WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
paulo filho crm



pax perfeicao
costa pra rua

agosto 2019
D S T Q Q S S
« jul    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

supermercado adonai campanha lacre solidario casa bella mariana calçados dr marcus vinicius xavier urologista casa de carnes o bananal farmacia cinquentenario daniela rodrigues seguros

:: ‘Secom-Bahia2’

Itapetinguense Dr. Emanuel e equipe assumem gestão do Hospital das Clínicas em Eunapolis

Foto Divulgação

Dr. Emmanoel Santos e Equipe assumiram na última sexta-feira 23 a gestão médicoadministrativa do Hospital das Clínicas de Eunápolis-BA – HCE. A nova gestão é composta do Dr. Emmanoel Santos, médico intensivista, Dra. Gisele Santos, médica Pediatra e Nutróloga, Mariana Sá Barretto, administradora de empresas, especialista em gestão hospitalar e saúde pública e do Dr. Leonardo Carvalho, advogado e responsável pelo Departamento Jurídico do Hospital. A Diretoria Médica ficará à cargo do Dr. Edilton Duarte, renomado médico psiquiatra do Extremo Sul da Bahia. Dr. Emmanoel Santos é um médico intensivista nato. Natural de Itapetinga-BA tem exercido serviços de gestão medica em diversas cidades do interior da Bahia, exemplo de Itapetinga, Planalto, Ibicui, Aguas Claras, entre outras e almeja contribuir para uma saúde melhor em Eunápolis, com a implementação de novos serviços, inclusive com restauração do Pronto Socorro 24h e Ambulatório Clínico de todas as especialidades clínicas, com destaque para um Centro Cardiológico, Hemodinâmica e Oncologia, além de implantação de UTI adulto e Neonatal. “O HCE sempre foi um Hospital referência na Cidade de Eunápolis-BA e Região. Com a nossa gestão pretendemos otimizar a saúde desta localidade, melhorando os serviços, implantando novos exames e especialidades, para que os munícipes possam receber serviços dignos e tratamento humanizado com excelência, com preços justos”, disse o Dr. Emmanoel Santos. Segundo ainda o Dr. Emmanoel Santos o HCE ainda contará com uma parceria com a empresa Ragi Medical Comércio de Materiais Hospitalares, com Sede na Cidade de Campinas-SP e que já está estabelecida na Região, representada pelo CEO Elmo Elias Vasques, distribuidora de produtos médicos e hospitalares para os novos serviços que serão ali desenvolvidos.

Através do Mandato do Vereador Diga Diga Hospital Cristo Redentor recebe Equipamento de RAIO X DIGITAL

Foto: Diga Diga

O Hospital Cristo Redentor recebeu nesta quinta – feira (22), um equipamento de Raio X Digital da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia, através de solicitação feito pelo vereador Diego Rodrigues – Diga Diga, em reunião na Sesab no dia 11 de julho deste ano, com a chefe de Gabinete Nelma Carneiro. A audiência que aconteceu na capital do Estado aconteceu através da Secretária de Relações Institucionais do Estado da Bahia, Cibele Carvalho, em conjunto com o deputado estadual Rosemberg Pinto.

Foto em 11 de julho em reunião na Sesab com a chefe de Gabinete Neuma Carneiro

Nas redes sociais o vereador Diga Diga fez agradecimentos as pessoas envolvidas, “É com muita alegria que anuncio através de nosso Mandato a aquisição de um RAIO X DIGITAL para o Hospital Cristo Redentor de Itapetinga, nosso pedido foi feito através de nossa Secretária Estadual de Relações Institucionais, a nossa querida Itapetinguense Cibele Carvalho e contou com o apoio do deputado Rosemberg Pinto e do nosso Governador Rui Costa. 
Gostaria de agradecer ao médico amigo Silvio Macêdo, responsável pela Santa Casa, que prontamente nos encaminhou toda documentação necessária para a aquisição do Equipamento. O professor Alécio Chaves e Sibele Nery que intermediou o contato via o deputado Rosemberg Pinto.”
A aquisição do equipamento muda a forma como os profissionais de saúde têm acesso às imagens, sendo possível fazer os exames de forma mais rápida, permitindo que os médicos tenham acesso praticamente imediato à imagem. Com esta tecnologia, inúmeros benefícios são apresentados, tais como a qualidade de imagem, diminuição no tempo de espera do paciente, menor exposição dos pacientes a radiação, ausência de exposição dos profissionais de radiologia ao contato com produtos químicos habitualmente utilizados na revelação convencional de radiografias, menor desperdício de filmes, contribuindo de maneira positiva com o ambiente e política institucional adotada, e também o armazenamento seguro das imagens em equipamentos eletrônicos, por tempo indeterminado, permitindo assim, comparações do exame atual com o exame antigo.

Foto: Diga Diga

Foto: Diga Diga

Equipamentos já chegaram na Unidade

Equipamentos já chegaram na Unidade

“VLT terá o mesmo padrão do metrô”, diz Rui em apresentação na Câmara Municipal

Repórter: Raul Rodrigues

As obras do Veículo Leve de Transporte (VLT) serão iniciadas em outubro. Nesta quarta-feira (14), o projeto foi apresentado pelo governador Rui Costa na Câmara Municipal de Salvador, em evento histórico. Pela primeira vez, a Casa Legislativa recebe um governador para estabelecer o diálogo com os vereadores.

O VLT vai ligar Salvador à Ilha de São João, em Simões Filho, município da região metropolitana. A proposta é que o equipamento também chegue à estação Acesso Norte do metrô, perfazendo um total de 22 quilômetros de extensão.

“A obra completa demora aproximadamente dois anos, mas nós vamos entregar em etapas”, explicou Rui. “É um projeto de transporte moderno, de última geração, o mesmo equipamento que existe nas cidades mais modernas do mundo. Ele vai ligar Simões Filho a Salvador, atendendo ao Comércio e integrando com a Estação do Metrô no Acesso Norte. Portanto, é uma transformação completa na mobilidade urbana da região metropolitana”.

O governador destacou ainda que o preço da passagem será o mesmo do serviço de metrô. “Hoje é cobrado o valor do trem da década de 50, um serviço de péssima qualidade, sem conforto, de 20 em 20 minutos, que não atende com a qualidade de um serviço moderno, que respeite a população. O VLT terá exatamente o mesmo padrão do metrô. É um equipamento tão moderno quanto o metrô”, acrescentou.

O investimento é de R$ 2 bilhões e, junto com a obra do novo trecho do metrô, serão gerados mais de cinco mil empregos. “Nós vamos revalorizar e ressignificar o subúrbio de Salvador, a área mais bonita da cidade, que ficou esquecida por muitas décadas. Não há, em todo Nordeste, uma região como a Baía de Todos-os-Santos. Aquele paisagismo do Comércio, do Subúrbio, da Calçada, de Itapagipe, ninguém mais tem. Isso precisa ser valorizado”, finalizou.

Repórter: Raul Rodrigues

Dados da obra

O contrato do Governo do Estado com a empresa responsável pelas obras do VLT, a BYD, foi assinado em fevereiro deste ano. Com 22 estações e capacidade para transportar cerca de 150 mil usuários por dia, o VLT será do tipo monotrilho, movido à propulsão elétrica, sem emissão de agentes poluentes que prejudicam o meio ambiente.

A obra será realizada por meio da modalidade de Parceria Público-Privada (PPP). As atuais estações dos trens do subúrbio serão desativadas e reaproveitadas para prestação de outros serviços à comunidade, como postos da Polícia Militar e centros de atendimento.

Repórter: Raul Rodrigues

Cidade Santa, em Dias D’ávila, pode se transformar num dos maiores centros de peregrinação

Padre Paulo Avelino

Católica desde a infância, a professora aposentada Theresinha  Dantas Estrela aproveitou o convite do filho, Rafael, e foi conhecer, na tarde de 4 de abril, a Cidade Santa, área de um milhão de metros quadrados em Dias D’Ávila, adquirida pela Igreja Católica com o objetivo de erguer na região metropolitana de Salvador um dos maiores centros de peregrinação do país. A primeira impressão da professora feirense, ao ver as obras do santuário, foi a de que o projeto lembra Canção Nova, comunidade criada em Cachoeira Paulista (SP), em 1978, para abrigar jovens dispostos a deixar a família para pregar o evangelho.

“Só pode ser uma revelação de Deus, do meio do nada você querer construir uma obra grandiosa. A partir do sonho de um homem, Jesus falou ao seu coração”, diz a professora, para quem todo ser humano nasceu para refletir Deus, mas nem todo mundo encontra o caminho.

No caso do santuário baiano, o homem que sonhou foi o padre Paulo Avelino, ex-pároco da Igreja de Nossa Senhora da Luz, Pituba,  há 10 anos à frente da Paróquia de Nossa Senhora do Resgate. Para quem acredita, são os desígnios de Deus.

O piauiense, que veio a Salvador cobrir as férias de outro sacerdote,  hoje coordena um grupo de 62 católicos que mantêm um programa de rádio no ar, campanhas de arrecadação de fundos e, agora, o projeto de construção de um centro de adoração a pouco mais de uma hora da capital.

O caminho para quem quer imitar Cristo pode ser difícil, mas para chegar à Cidade Santa o único grande obstáculo é uma estrada de barro, de sete quilômetros, após o bairro de Nova Dias D’Ávila.

CAPELA

Nasce uma cidade

O projeto do santuário foi idealizado pelo padre Paulo Avelino, há 10 anos à frente da Paróquia de Nossa Senhora do Resgate.

No terreno, já estão prontas uma casa para os missionários e uma das 10 capelas que constam no projeto arquitetônico de Carlos Campelo, católico fervoroso, que não cobrou pelo seu trabalho.

A igreja afirma que, por ora, não existe o projeto de ter fiéis morando no terreno, como acontece no interior de São Paulo. Apenas, os 22 casais de missionários que vão tomar conta da área.

As obras ainda estão no início, mas já há celebração de missas e grandes eventos em datas especiais, como a Semana Santa, o Réveillon e o aniversário de Salvador, que levou milhares de católicos a essa cidade, emancipada de Camaçari apenas em 1985, e que agora tem a chance de começar a entrar no mapa do turismo religioso.

Isso caso fiéis e empresários de turismo compartilhem a fé do padre e ocorra uma multiplicação de pousadas ao redor do empreendimento.

A escolha do local foi uma questão de oportunidade. “Olhamos três terrenos antes e, então, decidimos por esse”, afirma o designer Fábio Nascimento, conhecido como Binho, que integra a equipe de missionários do padre Paulo Avelino e coordena o andamento das obras.

O padre não quis revelar o quanto foi pago, mas argumenta que conseguiu um bom desconto. Um corretor de imóveis da cidade estima que o valor de mercado do terreno seria em torno de R$ 7 milhões. De acordo com a igreja, o dinheiro provém basicamente de doações dos fiéis e da venda de um apartamento do padre, que agora vive em instalações paroquiais. Há ainda a pequena contribuição de uma loja de souvenirs católicos na Igreja do Resgate.

O santuário em construção prevê espaço para 6.800 pessoas sentadas. Deve ficar pronto até o fim do ano que vem, a depender do fluxo de doações. Mas o calendário de eventos já existe, mesmo com instalações improvisadas. Quando há grandes celebrações, erguem-se toldos. E na ausência de lanchonete ou restaurante, os católicos se alimentam de salgados vendidos no quiosque de souvenirs, ou levam lanches. No pátio cabem 100 mil pessoas em pé, segundo avaliação da igreja. No terreno ainda sem melhorias, destinado ao estacionamento de carros, há cerca de três mil vagas. No horizonte, a sensação de que a conclusão da obra vai levar muito tempo. “As obras de Deus são contínuas”, afirma o padre.

Foto Diga Diga

 

Inspiração

Durante duas semanas, o arquiteto Carlos Campelo desenhou um projeto por dia, mas não ficava satisfeito com o resultado. Até que numa saída para fumar teve uma inspiração definitiva. Assim como o padre, Campelo também credita o projeto final à intervenção divina e às sugestões do próprio padre. Uma das características das edifícios projetados para a Cidade Santa é o aproveitamento da ventilação natural. “Projetamos para que não haja necessidade de uso do ar-condicionando” , diz o arquiteto.

“Deus queria algo mais de mim”, afirma o padre Paulo Avelino, que deixou o interior do Piauí e  chegou a Salvador em 2000 para uma estada temporária enquanto planejava uma temporada de estudos em Roma. Mas, com a morte do padre Casimiro, assumiu a titularidade da Paróquia de Nossa Senhora da Luz, na Pituba, onde ficou por 10 anos. Em 2011, mudou-se para a Paróquia de Nossa Senhora do Resgate, no Cabula, onde conduz concorridas missas.

Principal referência para a Renovação Carismática na Bahia, Avelino atribui a decisão de construir a Cidade Santa a um chamado divino. “Depois de cinco anos como padre, senti que Deus pedia mais de mim. Não era só paróquia, não era só celebrar”, afirma o padre. Avelino define a obra que está liderando em Dias D’Ávila como um ministério sacerdotal para ajudar as pessoas e promover oração, libertação e cura. “Chega uma hora nos grupos de oração em que isso vai ficando claro, não só para mim, mas para as outras pessoas”, declara.

Ele afirma que no início pensou na Cidade Santa como um espaço de celebração, mas que, com o tempo, as orações foram mostrando que se trataria de um complexo de fé, um lugar que também servisse como opção para quem deseje passar o dia ou o fim de semana, envolvido em atividades religiosas e com acesso a serviços. Pensa-se em um restaurante, uma loja e uma pousada dentro da Cidade Santa. “Eu quero uma obra grande para libertar as pessoas. Um pronto-socorro que seja realmente um local de encontro com Deus”, diz o padre, que, assim como todos os envolvidos na obra, menciona regularmente um direcionamento divino.

Foto Diga Diga

Como se pode imaginar, não foi possível ouvir o outro lado. Mas fontes ligadas a setores progressistas da igreja consideram o projeto megalomaníaco. O santuário, aliás, é mais um demarcador de fronteiras entre a porção católica entusiasta do modo de vida pentecostal e o catolicismo tradicional, menos afeito a manifestações atribuídas ao Espírito Santo e resistente ao modo de vida adotado pelos carismáticos. Um jeito de se relacionar com a fé que cada vez mais lembra os neopentecostais.

Um exemplo é a autônoma Deise Fonseca, que teve o aniversário mencionado no ar durante o programa Minha Fé do último dia 8 de abril. “Parabéns à nossa quase sócia”, disse o locutor. Presença constante na lista de ouvintes que ligam para participar e nas missas realizadas na Cidade Santa, Deise organiza caravanas com pessoas em busca de algum tipo de cura e as leva em vans para Dias D’Ávila.

Uma destas pessoas é Roberto Silva Paim, um jovem alcoólatra que foi parar no hospital após uma briga, durante uma bebedeira, e agora tenta se afastar do vício. “Estou há 23 dias sem beber”, comemora o jovem, que desde o primeiro gole, aos 13 anos, nunca havia passado tanto tempo abstêmio.

Ex-funcionário de uma fábrica de utensílios domésticos em Conceição do Jacuípe, luta não apenas para não consumir álcool, mas também para escapar da depressão. No dia seguinte à morte do  pai, há quatro anos, ele não conseguiu ir trabalhar e, desde então, a sua tendência à tristeza se acentuou. Assim como o consumo de bebidas. Durante a recente internação para cuidar das feridas provocadas pela briga com o primo, uma enfermeira o apresentou a Deise Fonseca, que o convenceu a buscar refúgio na fé.

Questionado se preferia não ser identificado na matéria, disse que não se importava. Depois de encerrada a entrevista, voltou para dizer que, se possível, gostaria de ter seu nome destacado, para mostrar em sua cidade que está buscando tratamento.

É o perfil dos convertidos que estão sendo arregimentados por essa parte da igreja, focada em cura e em milagres, depoimentos emotivos e na manifestação do Espírito Santo, seguindo os preceitos da Renovação Carismática Católica, movimento surgido em 1967 nos Estados Unidos e que está associada ao Pentecostes, a festa cristã que celebra a descida do Espírito Santo sobre os apóstolos de Jesus Cristo. Aliás, não fossem a enorme imagem de Nossa Senhora no pátio e os terços segurados por alguns fiéis, qualquer pessoa que seja levada a um evento na Cidade Santa pode pensar que se trata de um culto evangélico.

Milagre

A própria Deise considera que recebeu um duplo milagre ao cair no poço de um elevador em 2018, no segundo andar de um prédio. “Foi o momento mais forte de minha vida. Nesse momento, foi o resgate de Deus”, declara. Além do fato de ter escapado da morte, tanto pela queda quanto pelo risco de eletrocução, Deise relata que, como não tinha plano de saúde nem dinheiro para bancar uma cirurgia na primeira vértebra – que ficou fragmentada após a queda –, teve que ir ao Hospital Geral do Estado, o que não resolveu totalmente o problema. “O SUS não cobria porque eram muitos pinos e chapas, então optei por colocar um colete”.

Quando foi fazer o exame de raios-X, o médico lhe perguntou onde havia sido a fratura porque ele não a enxergava. Não havia vestígios, segundo ela, de que a vértebra havia sido quebrada um dia. O médico lhe disse então para retirar o colete e ela se negou. “Eu não acreditava na cura”, diz Deise,  interrompendo brevemente a resposta para pedir perdão a Deus por sua incredulidade. “Um dia, o Senhor me perguntou até quando  ficaria de colete”, disse. Indagada sobre como Deus lhe teria respondido, afirma que, através da oração, o Senhor havia falado ao seu coração: “Ele não queria que ninguém tocasse em mim”.

Fiéis que acreditam na cura pelo Espírito Santo são o público-alvo do novo santuário e também os seus maiores financiadores. Assim que foi inaugurada a primeira capela do santuário, no último mês de março, o programa Minha Fé começou a divulgar a campanha Ouro de São Miguel, em que a igreja pede aos fiéis a doação de anéis, correntes e pulseiras de ouro para a construção da segunda capela, em homenagem a esse santo.

 

Foto Diga Diga

Pentecostalismo

Quando o polonês Karol Wojtyla (João Paulo II) assumiu o pontificado em dezembro de 1978, a Igreja no Brasil começava a fortalecer o seu pentecostalismo. Em fevereiro daquele mesmo ano, havia sido criado o Canção Nova. Dois anos depois, era inaugurada a Basílica de Aparecida, que se tornaria o maior centro de peregrinação do País.

Em sintonia com o novo papa, as autoridades eclesiásticas brasileiras começaram, então, a privilegiar as pastorais de massa, em detrimento dos pequenos grupos, e se tornaram hegemônicas a partir de 1990, depois de combater com sucesso os adeptos da Teologia da Libertação, que pregava a opção preferencial pelos pobres.

Para o sociólogo Jorge Alexandre Alves, professor do Instituto Federal do Rio de Janeiro, integrante do movimento Fé e Política, grupo não confessional e apartidário criado em 1999 por religiosos progressistas, a Igreja acabou optando por uma espiritualidade intimista e baseada no êxtase religioso, em lugar de uma religiosidade que impulsionasse o engajamento social. E mesmo assim não conseguiu conter a perda de fiéis. “A despeito da boa vontade e de devoção sincera de muitos que foram formados ou que optaram por esse caminho, o que aconteceu foi que essas opções não impediram o avanço evangélico. Nesse sentido,  elas fracassaram”, afirma o pesquisador.

A noção de que há multidões retornando ao catolicismo é, na ótica do pesquisador, uma ilusão.  “Na verdade, boa parte dos peregrinos estaria em uma missa perto de casa, caso não tivessem essa opção. Se eu estivesse errado, o catolicismo não teria perdido quase 20% dos fiéis entre 1990 e 2010, de acordo com o Censo”, assinala.

“Em alguns lugares do Brasil, como o Rio de Janeiro, podemos dizer que muito da capilaridade social que ela possuía foi perdida. E esse espaço  acabou ocupado com muita perspicácia pelos evangélicos pentecostais e neopentecostais”, avalia o pesquisador, que é cético quanto à reversão do quadro.

Em Vitória da Conquista, Rui inaugura 11ª Policlínica Regional de Saúde

Foto Divulgação

O governador Rui Costa inaugurou, nesta quinta-feira (1º), em Vitória da Conquista, a 11ª Policlínica Regional de Saúde da Bahia. Na chegada, Rui foi recepcionado pelos prefeitos da região, no desembarque do novo Aeroporto Glauber Rocha. A Policlínica atende aos municípios de Anagé, Barra da Choça, Belo Campo, Bom Jesus da Serra, Caatiba, Caetanos, Cândido Sales, Caraíbas, Condeúba, Cordeiros, Encruzilhada, Ibicui, Iguaí, Itambé, Itapetinga, Itarantin, Macarani, Maetinga, Maiquinique, Mirante, Nova Canãa, Piripá, Planalto, Poções, Presidente Jânio Quadros, Ribeirão do Largo, Tremendal e Vitória da Conquista.

Foto Divulgação

“Aqui, as pessoas vão realizar seus exames e consultas com especialistas. São19 especialidades médicas e, basicamente, todos os exames que uma pessoa precisa fazer, a policlínica vai realizar. Com isso, estamos colocando em prática a saúde pública na qual acreditamos, que é a da prevenção e do diagnóstico precoce”, declarou o governador sobre o equipamento que recebeu em torno de R$ 22 milhões em investimentos e foi construída pela Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado (Conder), vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur).

A Policlínica localizada em Vitória da Conquista beneficiará 617.947 habitantes da região. Uma equipe de 97 funcionários vai trabalhar na realização de consultas e exames. Especialidades médicas como angiologia, neurologia, otorrinolaringologia, entre outras, e exames como ressonância magnética, tomografia computadorizada, holter e mapa serão disponibilizados a partir das 7h desta sexta-feira (2).

Durante a inauguração, o governador também assinou ordem de serviço que autoriza a licitação para as obras de ampliação da enfermaria do Hospital Geral de Vitória da Conquista, que ganhará 48 leitos, além da implantação de serviço de politrauma, com investimento de R$ 3.614 milhões.

De acordo com o secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas-Boas, os novos leitos serão divididos em duas enfermarias. “Serão 24 leitos cirúrgicos e 24 leitos clínicos. Com isso, vamos desafogar as UTIs e aumentar o número de procedimentos realizados na cidade e região. Quando inaugurarmos o Centro de Trauma da região do sudoeste, em dezembro, teremos mais 75 leitos dedicados, exclusivamente, à ortopedia”, revelou o titular da Sesab.

 

 

Rui anuncia convocação de 305 estudantes para o Partiu Estágio

Foto: Paula Fróes/GovBA

O Governo do Estado realiza novas convocações para o Programa Partiu Estágio na próxima sexta-feira (2). O anúncio foi realizado pelo governador Rui Costa durante o #PapoCorreria, na noite desta terça-feira (30). São 294 estudantes selecionados para o edital de número 001 (lançado em janeiro deste ano) e 11 para edital de número 002, publicado em março para reforço escolar na rede estadual de ensino.

Os 305 estudantes receberão a convocação por e-mail, o mesmo cadastrado no sistema de inscrição do programa. A lista com os nomes dos selecionados também estará disponível para visualização na sexta-feira, no site da Secretaria da Administração (www.saeb.ba.gov.br).

:: LEIA MAIS »

Teatro em Itabuna é inaugurado com apresentações da Osba e Ivete

Foto: Secom

Uma nova era para a cultura do sul da Bahia começou na noite desta sexta-feira (26), quando foram abertas as cortinas do Teatro Municipal Candinha Dória, em Itabuna. Na inauguração do novo espaço, realizada pelo governador Rui Costa, a Orquestra Sinfônica da Bahia (Osba) e a cantora Ivete Sangalo deram as boas vindas aos amantes da música e da cultura, que ocupavam os 600 lugares, e aos profissionais que atuam no equipamento.

“O teatro está pronto para o uso da comunidade e já inaugurando com toda a força, com apresentações da Osba e de Ivete. Como há, evidentemente, uma limitação de pessoas dentro do teatro, haverá também uma festa aqui ao lado para que todos possam comemorar essa grande inauguração”, afirmou Rui, que ainda assinou no palco uma ordem de serviço para recuperação do Centro de Cultura de Itabuna.

Neta de Candinha Dória, que dá nome ao teatro, a diretora do equipamento, Cláudia Dória, descreveu a noite como “emocionante. Minha avó foi uma pessoa que batalhou pela arte, foi precursora, coordenadora do centro de cultura até 91 anos de idade. Foi uma mulher que lutou pelo teatro na nossa cidade”. Sobre o espaço, ela explicou que “a sala principal é recoberta com lã de rocha. Temos iluminação completa, um som muito bom. Itabuna não tinha nenhum teatro e hoje temos essa coisa maravilhosa, que é o Teatro Municipal Candinha Dória”.

A entrega do teatro marca ainda os 109 anos de emancipação do município. Para o maestro da Osba, Carlos Prazeres, o momento é histórico na cultura baiana. “Só de chegar a este teatro, vê-lo por fora, a gente já ficou absolutamente extasiado. Eu fico muito honrado de fazer parte desse momento tão importante na Bahia. Eu acredito que essa é a verdadeira revolução, que permite que todos tenham acesso à cultura e à arte. Construir um teatro dessa grandeza em Itabuna, no interior, é algo que define um norte para esse país crescer”.

Na plateia, a coordenadora de enfermagem do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), Rafaela Caldas, 38 anos, revelou que era a primeira vez que assistia a uma apresentação no Teatro Municipal de Itabuna, que estava fechado há 10 anos. “Este novo teatro é um grande ganho tanto para as artes quanto para encontros científicos da nossa área. Para eventos culturais, a gente tinha que ir para Ilhéus ou até para Salvador. Agora, todos vão poder participar da parte cultural do município. Eu achei tudo muito lindo, tudo encantador, desde a entrada até aqui dentro. Tudo como de uma grande capital”.

O equipamento também inspira novas gerações. Ana Clara Caldas e Ana Sofia Brito, ambas com 9 anos, fizeram uma apresentação de dança para os operários que trabalharam na obra. “Este teatro representa Itabuna. Itabuna está crescendo, eu também estou crescendo e, com esse teatro em Itabuna, eu também posso ser uma artista”, disse Ana Sofia.

Projeto

Com capacidade para receber diversos tipos de espetáculos, o Teatro Municipal Candinha Dória possui um amplo foyer e sistemas modernos de infraestrutura (iluminação, sonorização, acústica, ar-condicionado, etc.), prometendo se transformar em um dos principais cartões postais da cidade. As obras foram concluídas graças a um convênio firmado pelo Governo do Estado, por meio da Companhia de Desenvolvimento Urbano (Conder), com a prefeitura para repasse dos recursos da ordem de R$ 30 milhões.

Governo do Estado discute obras com ministro da Infraestrutura

 

Fotos: Alberto Ruy/MInfra

Em agenda com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, nesta quinta-feira (25), em Brasília, o vice-governador da Bahia, João Leão, o secretário da Casa Civil, Bruno Dauster, e o secretário de Infraestrutura, Marcus Cavalcanti, pediram rapidez em uma série de obras prioritárias para o estado. Destaque para projetos da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol), da BR-415 Ilhéus/Itabuna e do aeroporto de Barreiras, além da situação de estradas federais na Bahia.

Fotos: Alberto Ruy/MInfra

De acordo com os secretários, a agenda permitiu que pontos travados avançassem. Uma nova reunião será marcada para a próxima semana a fim de detalhar os portos de Salvador, Aratu, Ilhéus e Porto Sul. A expectativa da Fiol foi positiva para ambos os governos – tanto o ministro quanto o vice-governador esperam a efetivação do já demonstrado interesse internacional na obra, a exemplo de investidores da China e do Cazaquistão.

Fotos: Alberto Ruy/MInfra

O diálogo também teve êxito quando se pautou o aeroporto de Barreiras. Marcus Cavalcanti informou que a Seinfra enviará toda documentação do aeroporto e conta com a avaliação célere por parte do ministério para que a licitação possa ser lançada.

Estado autoriza novo concurso para Polícia Militar e Corpo de Bombeiros

Foto: Secom

Governo da Bahia autorizou a realização de novo concurso público para provimento de vagas nos quadros da Polícia Militar da Bahia (PMBA) e do Corpo de Bombeiros Militar da Bahia (CBMBA). O anúncio foi realizado pelo governador Rui Costa na noite desta terça-feira (23), durante o #PapoCorreria, transmitido pelas redes sociais.

A autorização, assinada pelo governador no último dia 19, dá início aos trâmites legais para a realização do certame, que prevê duas mil vagas para a Polícia Militar e 500 para o Corpo de Bombeiros. Serão 1 mil policiais e 250 bombeiros com ingresso em 2020 e mais 1 mil policiais e 250 bombeiros com ingresso em 2021.

A medida integra as diretrizes da administração estadual para reforço e valorização da segurança pública no estado. O último concurso público para as duas corporações, realizado em 2017, ofertou 2.750 vagas e teve 3.438 candidatos aptos ao término das provas objetiva e discursiva.

Chocolates diferenciados de cooperativas da agricultura familiar se destacam em festival internacional no Sul da Bahia

Foto Divulgação

Chocolate sem lactose, aromatizantes e glúten; com jaca, abacaxi, coco, com licuri e goiaba… As combinações exóticas, que geram sabores marcantes e peculiares, produzidas por cooperativas da agricultura familiar, estão fazendo sucesso com os visitantes do 11º Festival Internacional do Chocolate e Cacau – Chocolat Bahia 2019, que vai até o próximo domingo (21), das 14h às 22h, no Centro de Convenções do município de Ilhéus, Território de Identidade Litoral Sul.

Foto Divulgação

A Cooperativa de Serviços Sustentáveis da Bahia (Coopessba), do município de Ilhéus, responsável pela marca Natucoa – Chocolate Sul Bahia; e a Cooperativa da Agricultura Familiar e Economia Solidária da Bacia do Rio Salgado e Adjacências (Coopfesba), de Ibicaraí, que administra a marca Bahia Cacau, participam do Festival e apresentam produtos saborosos, que estão sendo bem recebidos pelo público.

“O sabor me agradou demais, provei especiarias que não temos costume em nosso dia a dia e notei que muitas marcas não têm essa combinação, com licuri e a jaca, por exemplo, que foi o que eu mais gostei”, disse Yndira Gobira, estudante de engenharia civil, de Belo Horizonte, após provar bombons da Bahia Cacau.

Foto Divulgação

Com o apoio do Governo do Estado, via Bahia Produtiva, projeto executado Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa pública vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), a Coopessba e a Coopfesba recebem recursos mediante edital para qualificar o processo produtivo, com agregação de valor e acesso a mercado.

Carine Assunção, presidente da Coopessba, salientou que “o festival é o maior evento de chocolate aqui na região. Nossa participação mostra que há união de pequenos agricultores com grandes marcas, produzindo chocolate tão bom quanto. Este ano, estamos com o nosso estande próprio, lançando produtos, com o Selo de Identificação Geográfica, que mostra a origem do cacau e qualidade”.

Visitas

O senador Jaques Wagner, o governador Rui Costa e outros dirigentes do Governo do Estado, provaram uma diversidade de sabores de chocolates. Josias Gomes, secretário da SDR, pontuou que a comercialização dos produtos da Bahia Cacau e da Natucoa servem de estímulo para outros empreendimentos rurais: “Este evento é um grande portal do chocolate do Brasil para o mundo. O nosso desejo é que ocorra verticalização na produção para que cada vez mais a gente tenha outras cooperativas inseridas em eventos de grande porte como este”.

Para Wilson Dias, diretor-presidente da CAR, o festival “é uma oportunidade de divulgar os produtos para fornecedores e consumidores. Inserir a agricultura familiar num evento como este é motivo de orgulho para todos nós, pois começamos a fomentar empreendimentos e hoje vemos os frutos sendo colhidos, com eficiência e oferta de produtos de qualidade, expostos e sendo comercializados no varejo e no atacado também”, observou.

Jeandro Ribeiro, chefe de Gabinete da SDR, Célia Watanabe, gestora da Superintendência Baiana de Assistência Técnica e Extensão Rural (Bahiater/SDR), Pollyana Costa, Diretora Geral da SDR, Ademilson da Rocha, gestor da Superintendência de Agricultura Familiar (Suaf/SDR), deputados estaduais e federais, vereadores e outras lideranças da sociedade civil visitaram o estande da Bahia Cacau e da Natucoa – Chocolate Sul Bahia, no 11º Festival Internacional do Chocolate e Cacau – Chocolat Bahia 2019.

Em Ilhéus, Rui participa da abertura do Festival Internacional do Chocolate

Fotos: Manu Dias/GovBA

A abertura da 11ª edição do Chocolat Bahia – Festival Internacional do Chocolate e Cacau, em Ilhéus, contou com a presença do governador Rui Costa na tarde desta quinta-feira (18). Realizado no Centro de Convenções do município, o festival tem a participação de 170 expositores e reúne 70 marcas de chocolate de origem.

Fotos: Manu Dias/GovBA

“Cada vez que venho ao evento, eu fico mais entusiasmado e otimista. Ele representa o ressurgimento da economia do cacau. Estamos saindo daquela lógica de exportar o cacau in natura para agregar valor. É impressionante a qualidade e a diversidade de produtos. Também já temos garantida a presença do estado na feira do chocolate de Paris”, afirmou Rui.

:: LEIA MAIS »

Rui vistoria obras em Vitória da Conquista e faz visita guiada ao novo aeroporto

Foto: Secom

O governador Rui Costa esteve em Vitória da Conquista, no sudoeste do estado, nesta quinta-feira (18), quando vistoriou três obras em execução pelo Governo do Estado. A primeira visita foi às obras da Comunidade de Atendimento Socioeducativo (Case) e, em seguida, à Policlínica Regional de Saúde, que está com a construção nos últimos ajustes.

Foto: Secom

A agenda desta manhã foi finalizada com a vistoria das obras do Aeroporto Glauber Rocha, que será inaugurado na próxima terça-feira (23). Na ocasião, o governador realizou uma visita guiada ao equipamento com diversos veículos de imprensa. Os voos começam a operar no equipamento a partir de 25 de julho. “O Governo do Estado tem um total de R$ 455 milhões de investimentos em obras no município de Vitória da Conquista, que ainda estão em andamento.Hoje, visitei três delas, que farão a diferença no desenvolvimento da cidade e de toda a região. O aeroporto, por exemplo, demanda antiga da população, será entregue com uma estrutura moderna e capacidade para operar voos que antes não era possível”, explicou o governador.

:: LEIA MAIS »

“Ação principal é cuidar das pessoas”, diz Rui em visita a Pedro Alexandre e Coronel João Sá

O governador Rui Costa sobrevoou e visitou o nordeste baiano, na manhã deste domingo (14), para acompanhar os trabalhos realizados pelo Corpo de Bombeiros Militar e Defesa Civil, após o rompimento da Barragem do Quati, na cidade de Pedro Alexandre, na última quinta (11), devido às fortes chuvas que caíram na região nos últimos dias. Acompanhado do senador Otto Alencar, Rui também esteve em Coronel João Sá, município que também foi atingido.

“Mais uma vez, vim fazer uma visita à região para acompanhar as medidas que estão sendo tomadas. A ação principal é cuidar das pessoas. Garantir que os moradores afetados sejam alcançados e ajudados, que o alimento chegue para quem está precisando neste momento e que sejam identificadas as pessoas que necessitam ser deslocadas para um alojamento provisório”, afirmou Rui, durante visita a Pedro Alexandre.

:: LEIA MAIS »

radio ativa digital

paulo filho crm

pet shop porto das racoes

super moda

Alameda Rui Barbosa
Centro de Itapetinga
(77) 3261-9815


nutri acai

ki docura

leo moveis

gol bet

samuel veiculos

scala fashion

pax perfeicao


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia