Foto: Diga Diga

O Distrito de Bandeira do Colonia que há anos sofria com problemas estruturais na rede elétrica devido a ineficiência e interesse do governo municipal de resolver a questão, foi surpreendido no começo de Outubro com a remoção dos cabos clandestinos de energia elétrica que os moradores utilizavam para poderem viver civilizadamente, os munícipes que sempre solicitaram a Coelba a ligação honesta da energia ouvia direto que havia pendências e que o município deveria resolver, ao chegar na prefeitura para questionar tais pendências, a mesma jogava a culpa para a antiga loteadora.

Vereadores ao lado do Superintendente da Coelba Leonardo Santana

 

O problema que era um ciclo sem fim foi finalmente solucionado depois que os Vereadores Romildo Teixeira e Diga Diga entraram na jogada, Quando viram as manifestações daqueles moradores junto a ex-loteadora, por ser um local mais perto onde todos os munícipes poderiam interagir, atearam fogo em pneus na entrada do Distrito de Bandeira do Colônia na BR 263, onde rapidamente as fotos tomaram conta de grupos de WhatsApp e sites de notícias locais onde os vereadores tomaram ciência do fato e prontamente viajaram para o distrito a fim de ouvir os motivos e indagações daquele pessoal angustiado.

https://www.facebook.com/diga.diga.1069/videos/vb.100016536341100/497072367520637/?type=3

Foi aí que começou uma saga para ajudar as pessoas que ali necessitam de terem seus direitos resguardados pela Justiça, os vereadores colheram todas as informações inerentes ao problema que se arrastava há anos e foram direto para Salvador pedirem uma reunião com os Deputados Félix Mendonça Jr e Roberto Carlos que rapidamente agendaram com o presidente da Coelba e foi repassado toda a situação de Bandeira do Colônia. Ficou acertado que o Presidente iria rever os dados e as plantas levantadas pelo nobre edil para corrigirem a situação o mais rápido possível.

Alguns dias depois os  Vereadores Diga Diga e Romildo Teixeira receberam a informação que depois de analisar a demanda pleiteada, a Coelba tinha autorizado a obra e que seria concluída em 45 dias, Isso mostra que quando tem compromisso e seriedade, as coisas acontecem.