Ascom

A inclusão profissional de egressos do trabalho degradante e de desempregados é o objetivo do projeto ‘Produzir para Inserir’, lançado pelo Governo do Estado nesta sexta-feira (6), na Câmara de Vereadores de Itambé, no sudoeste da Bahia. A iniciativa recebe um investimento de R$ 556 mil do Fundo de Promoção do Trabalho Decente (Funtrad).

Serão beneficiados 144 trabalhadores, por meio de ações integradas – qualificação, assistência técnica e distribuição de insumos – para a produção de hortaliças, mudas e de tilápia. “O intuito é possibilitar a sustentabilidade e a consolidação da atividade agrícola e da piscicultura como alternativa de atividade profissional para os participantes”, destacou o secretário do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte, Davidson Magalhães.
Dos trabalhadores contemplados pelo projeto, 15 foram resgatados em situações degradantes e qualificados no curso de Produtor Agrícola Polivalente, oferecido pelo Programa Qualifica Bahia, em 2018. Os demais beneficiados também serão qualificados e foram selecionados através de busca no banco de dados de instituições que compõem a rede de assistência social e de inserção ao mercado de trabalho.
Desempregada, Aline Santos, 29 anos, está na expectativa para o início da formação. “Espero que o curso seja muito bom para a aprendizagem da gente e traga novas oportunidades”, afirmou.

_

_