A Polícia Federal encerrou, nesta quinta-feira (7), diligências periciais feitas, nos últimos três dias, em máquinas de diversos órgãos municipais em Ilhéus. Por meio de nota, a Prefeitura de Ilhéus informou que a operação está relacionada a suspeitas de irregularidades no governo anterior. De acordo com a Procuradoria-Geral do Município, o perito designado para cumprir as diligências apreendeu documentos fornecidos espontaneamente pela administração municipal. Foi apreendida uma planilha eletrônica com a relação de processos de pagamentos vinculados às Licitações – Pregões Presenciais 017/2014 e 040/2015. A PF também apreendeu arquivos com estudo/memória de cálculo para levantamento das quantidades e definições dos produtos licitados. A Procuradoria-Geral do Município informou que esses processos são relacionados à merenda escolar e pagos com verba federal na gestão passada. Durante os três dias de trabalho, um perito da PF também fez registros fotográficos e entrevistou diretores e vice-diretores de unidades escolares da rede municipal, conforme informou a Secretária de Educação de Ilhéus, Eliane Oliveira.