Há mais de três meses a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) aguarda o alvará da Prefeitura de Salvador para início da construção da nova sede da Central Estadual de Regulação (CER), no Centro Administrativo da Bahia (CAB). Até o momento, as obras da edificação da Sesab encontram-se sem liberação do documento municipal, mesmo após diversas diligências. A Central Estadual de Regulação é responsável pelo gerenciamento das solicitações de exames, avaliações com especialistas, internações em enfermaria ou UTI, bem como procedimentos cirúrgicos dos 417 municípios da Bahia. Com investimentos superiores a R$ 7,7 milhões e prazo de execução de até 12 meses, a obra deveria ter sido iniciada em setembro de 2018, porém as exigências graduais e paulatinas estão impedindo a construção. “Solicitamos empenho e celeridade na equipe municipal, visto que estamos dialogando há meses e os pedidos de esclarecimentos são feitos a conta-gotas ao invés de uma só vez. A data inicial do processo foi em 30 de agosto”, ressalta o secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas. Nos últimos quatro anos, o Governo do Estado investiu mais de R$ 60 milhões em infraestrutura de rede, cabeamento e aquisição de computadores, impressoras e conectividade para os 57 hospitais, maternidades e centros de referência. A construção desse edifício com três pavimentos e mais de 2,3 mil metros quadrados ocorre simultaneamente com a implantação dos prontuários eletrônicos em todas as unidades da rede estadual.