Uma noite de festa e homenagens. Assim foi a abertura da 48ª Exposição agropecuária de Itapetinga. O coquetel organizado pelo Sindicato Rural chegou repleto de reconhecimento ao trabalho de todos os envolvidos direta ou indiretamente no evento mais tradicional da cidade. O prefeito Rodrigo Hagge foi um dos homenageados. Das mãos dos representantes da Rota da Cachaça, grupo que vem propagando o potencial da aguardente baiana, Rodrigo recebeu uma placa pelo trabalho desenvolvido. Os expositores destacaram a organização, hospitalidade e a boa impressão que a cidade lhes causou. Polícias Militar e Civil foram homenageadas pelo trabalho por trazer paz ao campo. Segundo o delegado civil Roberto Júnior, vivemos um ano atípico de muita violência no campo. Invasões, roubos de gado e assassinatos marcaram momentos difíceis para a zona rural. Os saudosos Rômulo Coelho e Moacyr Figueira também foram lembrados pelo Sindicato por toda a dedicação e a influência que ambos tiveram, cada um da sua forma à agropecuária da região. Em seus pronunciamentos, Rodrigo Hagge falou do prazer de ser prefeito no momento no qual trabalham juntos parceiros de trabalho como os que ali se reuniam. Segundo ele, naquele tattersal estavam grandes parceiros da agropecuária e do povo itapetinguense, homens que se dedicaram ao desenvolvimento, não só de um setor, mas de uma região. O prefeito reconheceu a importância do evento do qual a prefeitura não pode deixar de ser partícipe ativo, valorizando a cultura e fomentando a economia regional. Na oportunidade, Rodrigo agradeceu a dedicação do pecuarista e empresário Jivago Queiroz que, junto com Paulo Câmara e o deputado Antonio Imbassahy, conseguiram viabilizar boa parte deste evento. Ao final, o prefeito parabenizou o presidente do Sindicato Rural, Eder Rezende, pela realização de uma exposição plural que abraçará, não só produtores, mas a todos os itapetinguenses.